UNIARP entrega Ambulatório de Saúde em Lebon Régis

Espaço no Hospital Santo Antônio poderá fazer mais de 500 atendimentos gratuitos por mês com acadêmicos da área da saúde para a comunidade local

A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), fez a entrega nesta terça-feira (27) de melhorias realizadas na estrutura do “Ambulatório de Saúde”, anexo ao Hospital Santo Antônio, em Lebon Régis. O local será utilizado pelos acadêmicos dos cursos da área da saúde da Universidade, especialmente medicina, para atendimento a pacientes da comunidade local.

 “É um orgulho muito grande para nós este dia. Estamos ampliando nossos espaços, não centralizando apenas em um local e, aqui em Lebon Régis, vamos renovar o nosso compromisso em levar para os cidadãos o nosso atendimento”, destacou o presidente da UNIARP, Neoberto Balestrin.



A parceria regional, entre o poder público e as instituições, foi um dos grandes destaques para mais esta conquista.  “Se constrói uma universidade de qualidade com a colaboração de todos. O melhor exemplo é aqui, em nossa região, onde todos os municípios estão engajados neste projeto. Queremos agradecer a todos pelo comprometimento”, salienta o reitor da UNIARP, Anderson Martins, ressaltando que serão feitos mais de 500 atendimentos gratuitos por mês, aproveitando os importantes investimentos das bolsas do Uniedu, do Governo de SC.



Na solenidade estavam também três prefeitos parceiros da Uniarp, Saulo Sperotto (Caçador), Wilson Ribeiro (Fraiburgo), e o anfitrião Douglas Mello, de Lebon Régis.

Para Douglas Mello a parceria da UNIARP é fundamental em todos os projetos importantes para o município e a região. “Cito aqui o curso de Medicina, por exemplo, que veio para formar profissionais que são raros no mercado de trabalho. Posso dizer que foi uma salvação de todos estes municípios da região. Isso é mais do que um sonho, mas uma realidade para nós”, declarou.



Representando o Conselho Curador da UNIARP e a FIESC, o empresário Gilberto Seleme fez questão de salientar que a UNIARP auxiliou e muito no desenvolvimento de toda a região. “Além disso, a Medicina mudou a cultura da nossa região, a economia foi movimentada, além do grande ganho na Saúde. Parabéns para toda a população que está sendo muito beneficiada com todo esse trabalho”, finalizou.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Matriz de Risco aponta apenas uma região em nível grave
Terceira dose da vacina contra a Covid para pessoas com 80 anos ou mais
Hospital Maicé não tem nenhum paciente com Covid
Caçador terá vacinação para maiores de 18 anos na segunda-feira
Aprovada moção de repúdio por falta de condições de trabalho no Samu
Centro de Triagem em Caçador vai diminuir horário de atendimento
Pela primeira vez em mais de um ano, UTI Covid do Maicé está vazia
Prefeitura de Caçador entrega centro de reabilitação + Vida Pós-Covid
Pela segunda semana, apenas a região Nordeste é classificada em risco gravíssimo
Caçador mantém vacinação de adolescentes