Uniarp conquista Comitê Não Pleno da IFMSA Brazil

Projeto que concedeu o título à instituição foi executado por acadêmicos de Medicina em ação com crianças no Assentamento Hermínio Gonçalves

A IFMSA é a maior organização estudantil do planeta. Com mais de 1 milhão de estudantes de medicina em 129 países, tem sua visão e valores propagados por diversas Organizações Nacionais de Membros, incluindo a IFMSA Brazil, que foi a primeira associação filiada à IFMSA na América Latina. Além disso, A IFMSA Brazil (International Federation of Medical Students Association of Brazil, traduzida para Federação Internacional das Associações de Estudantes de Medicina do Brasil) foi fundada em 1991 na Universidade Estadual de Londrina.

Atualmente, estão presentes em mais de 190 escolas médicas em todas as regiões brasileiras atuando em diversos eixos incluindo humanização, ciência e produção científica, promoção de saúde, educação médica, intercâmbios, representatividade estudantil, treinamentos e vários outros. De modo, a compreender a importância de uma filiação junto a IFMSA Brazil, gradativamente, formou-se um grupo com oito universitários do curso de Medicina da Uniarp, apoiados pela coordenação do curso, à fim de começar o processo de formação de um comitê local.



 No dia 23 de agosto de 2020 endereçou-se e-mail à IFMSA Brazil, com objetivo de conhecer mais o processo de filiação e suas regras, como também demostrando interesse em fazer parte da organização. Nas informações recebidas, contava que o processo de filiação se constituía de cinco etapas.

 Na etapa 1, enviou-se o nome e documentação dos interessados, na etapa 2 apresentou-se a IFMSA Brazil ao coordenador adjunto do curso de medicina da Uniarp, professor Hiago Bellaver, que comprometeu-se auxiliar o grupo em suas atividades. Na etapa 3 do processo, escreveu-se uma carta à IFMSA Brazil demonstrando interesse de filiação do curso e Universidade. A etapa 4 ocorreu em janeiro de 2021, categoricamente, o comitê formado recebeu o título de “aspirante” e desenvolveu um projeto de cunho social, descrevendo seus processos e obedecendo os padrões estabelecidos pela IFMSA Brazil.

 Processo de capacitação para o desenvolvimento da ação

 Cumprindo as exigências da IFMSA Brazil, que solicita a capacitação dos acadêmicos por profissionais da área na qual pretendem fazer a ação, contou-se com o auxílio da professora Bruna Pereira Dolberth Caramori, docente do curso de Medicina da Uniarp, graduada em enfermagem pela Universidade do Contestado (2010) trabalhando sobre Educação e Prevenção da Covid-19.
 Auxiliaram também nas capacitações o professor Regis Fabiano de Oliveira, docente do Núcleo Comum da Uniarp, graduado em Ciências Biológicas e Odontologia, com especialização em Saúde da Família e mestrado em Educação, que trabalhou aspectos relacionados a Saúde Bucal. E também a  colaboração da professora Ana Claudia Lunelli Moro, coordenadora do curso de Nutrição da Uniarp e docente do curso de Medicina, sobre alimentação adequada em escolares, encerrou o ciclo de capacitações.

 Após as capacitações, desenvolveu-se ideias lúdicas para melhor impacto da ação junto as crianças, no sentido de prevenção a saúde.

 Um pouco sobre a ação desenvolvida

 A ação social ocorreu no Assentamento Hermínio Gonçalves, interior de Caçador. No sentido de identificar a demanda social do local, percebeu-se que o território não era coberto, em parte, pelo serviço assistencial da saúde. Logo, não se mediram esforços para pensar em ações que levassem promoção em saúde.

 No decorrer do processo, alguns pontos foram corrigidos para execução do projeto que teve por finalidade realizar a avaliação antropométrica das crianças; contação de história para ensinar/incentivar uma alimentação saudável; higiene bucal com foco na prevenção de caries; escovação dental assistida; arrecadação para doação de kits de higiene bucal; uso correto de máscaras de proteção individual; arrecadação e doação de máscaras de proteção individual.

O projeto ocorreu na Escola Rodolfo Nickel, localizada no assentamento, visando atender as crianças da localidade matriculadas na mesma, contando com apoio da Secretaria Municipal de Saúde, Educação e parceiros, Uniarp, Supermercados Cereal, Lions Club, Slime & CIA, LLG instalações elétricas e França Pneus – Borracharia Calmon.

No dia 10 de março às 13h iniciou-se a ação, além dos materiais de doação a Secretaria Municipal de Saúde de Caçador disponibilizou o “odontomóvel” que possui um “escovódromo”, para a execução das ações de higiene bucal, junto ao dispositivo acompanhou a ação a odontóloga Stella Maris Oliveira Kaulfus e uma auxiliar de saúde bucal.

A população abrangida foram crianças de 4 a 12 anos da primeira a quinta série. No dia da ação, não foi possível abranger todos os 75 alunos da escola, devido a ocupação reduzida pelos protocolos de segurança conta Covid-19, contudo, kits de escovação e máscaras foram deixados na instituição para que todos os alunos fossem, de certa forma, cobertos pela ação que durou aproximadamente 5 horas.

Ao término da ação, um relatório foi encaminhado a IFMSA Brazil, aguardando a aprovação para a quinta etapa.

Quinta etapa

Na última etapa, desenvolveu-se uma carta de apresentação da instituição de ensino Uniarp e a estrutura do curso de Medicina, bem como a ação social desenvolvida e seu impacto. Criou-se um vídeo/slide para ser apresentado aos coordenadores nacionais da Federação e, por fim, três integrantes do comitê aspirante Uniarp passaram por uma entrevista diante de todos os diretores e coordenadores regionais e nacionais da IFMSA Brazil.

Ao final do quinto e último processo, recebeu-se a aprovação unânime da filiação da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe como Comitê Local “Não pleno” IFMSA Brazil.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Internações apresentam queda acentuada em Caçador
UNIARP entrega Ambulatório de Saúde em Lebon Régis
34 anos ou mais: Nova ação de vacinação em Caçador
Prefeitura recebe da BRK Ambiental um armazenador de vacinas
Lebon Régis inaugura Sala de Tratamento por Ozonioterapia
Caçador: Vacinação é ampliada para pessoas com 36 anos ou mais
Terça-feira: Vacinação Covid para 38 anos ou mais em Caçador
Covid-19: Novo decreto amplia alguns horários de atendimento em Caçador
Rio das Antas diminui casos de Covid-19 após medidas
Recorde: Mais 2780 pessoas são vacinadas, em Caçador