Rio das Antas diminui casos de Covid-19 após medidas

Representantes da saúde dizem que a união dos esforços fez com que o município controlasse a expansão do número de contaminações

A união de esforços dos serviços de Vigilância Sanitária, Epidemiológica, Polícia Militar, Administração Pública entre outras entidades, conseguiram mostrar resultado com a queda dos casos diários de covid-19 no município de Rio das Antas. A intensificação das ações de controle, conscientização, fiscalização e orientação aos estabelecimentos locais está resultando nessa diminuição de casos, gerando mais tranquilidade para os entes públicos, bem como para os munícipes.

“Tivemos momentos epidemiológicos bastante preocupantes com o aumento dos casos no município, principalmente dos que necessitaram ser encaminhados para os hospitais. Isso gerou preocupação e um alerta em toda a equipe, que se mobilizou novamente para realizar ações que já haviam sido feitas anteriormente, mas que tiveram relaxamento da população em geral. Observamos que os encontros e reuniões familiares alavancaram o aumento dos casos, por essa razão a importância dos cuidados”, enfatiza a enfermeira Graziela Gallina, responsável pela epidemiologia do município.

“A união dos setores fez com que a fiscalização fosse novamente às ruas, bater de porta em porta e orientar mais uma vez a todos, da responsabilidade social de cada um, que somente as medidas de segurança como o uso de máscaras, distanciamento social, evitar aglomerações, higienização, resultam em ações eficazes para a diminuição dos nossos casos diários”, comentam a engenheira sanitarista Samara Cattani e a fiscal da vigilância sanitária Marli Grisson.

Para o secretário de Saúde, Amauri Brandalise, o esforço fez e faz valer a pena. “Por meio de nossas equipes nas ruas, nos atendimentos de serviços de saúde, nos monitoramentos, na vacinação, nas reuniões com a equipe de crise da pandemia, foram definidas restrições sancionadas pelo prefeito João Carlos Munaretto em decretos, visando controlar o alastramento das contaminações. Todas essas ações visam a diminuição dos casos no município. Essa pandemia só vai acabar, quando cada um fizer a sua parte, todos são responsáveis pelo aumento dos casos, mas também pela diminuição, quando adotam as medidas preventivas evitando a disseminação desse vírus”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Matriz de Risco aponta apenas uma região em nível grave
Terceira dose da vacina contra a Covid para pessoas com 80 anos ou mais
Hospital Maicé não tem nenhum paciente com Covid
Caçador terá vacinação para maiores de 18 anos na segunda-feira
Aprovada moção de repúdio por falta de condições de trabalho no Samu
Centro de Triagem em Caçador vai diminuir horário de atendimento
Pela primeira vez em mais de um ano, UTI Covid do Maicé está vazia
Prefeitura de Caçador entrega centro de reabilitação + Vida Pós-Covid
Pela segunda semana, apenas a região Nordeste é classificada em risco gravíssimo
Caçador mantém vacinação de adolescentes