Prédio da Prefeitura passa a se chamar Prefeito Jucy Varella

Projeto de Lei de autoria do ex-prefeito Saulo Sperotto busca homenagear o responsável pela construção da sede da administração municipal

A administração Municipal de Caçador realizou nesta sexta-feira (17) o ato de oficialização do nome do prédio da Prefeitura, que agora passa a se chamar Paço Municipal Prefeito Jucy Varella.

O projeto de Lei, de autoria do ex-prefeito Saulo Sperotto, que denominou o prédio, foi aprovado pela Câmara Municipal no dia 15 de fevereiro de 2021. O objetivo foi de homenagear Jucy Varella, responsável pela construção da sede da Prefeitura, inaugurado em 6 de setembro de 1969. Porém, o ato oficial só foi possível ser realizado agora, em razão da pandemia.



Durante a homenagem, a filha de Jucy, Jeanine Varella, falou sobre o amor dele por Caçador. “Sinto uma grande gratidão a todos que contribuíram para que este momento de reconhecimento ao meu pai fosse realidade. Posso afirmar que ele era totalmente apaixonado pela cidade e que todas as suas ações sempre visaram o desenvolvimento e avanço de Caçador. Estamos honrados por esse reconhecimento”, afirmou Jeanine.



Jucy Varella faleceu no dia 21 de janeiro de 2021, em Balneário Camboriú, vítima da Covid-19. "Com este ato, estamos eternizando o nome desta pessoa que arduamente batalhou para construir este local, algo que, até hoje, está marcado na história da nossa cidade. A contribuição de Jucy Varella por Caçador, estará sempre em nossas memórias e agora, nomeada à frente da Prefeitura”, finaliza o prefeito, Alencar Mendes.



Histórico resumido de Jucy Varella

Jucy Varella nasceu em 12 de março de 1926, em Tijucas e faleceu no dia 21 de janeiro de 2021, em Balneário Camboriú, vítima da Covid-19.

Iniciou a vida profissional como engraxate e aos 13 anos começou a trabalhar no Cartório de Canoinhas. Atuou como fotógrafo em Três Barras, mesma cidade onde foi funcionário da Empresa Southern Brazil Lumber and Colonization Company.



Ocupando funções em Três Barras como funcionário público do Instituto Nacional do Pinho, hoje o IBAMA, em 1954 chegou a Caçador para implantar a Floresta Nacional de Caçador, em Taquara Verde, cumprindo com o anseio de preservação ambiental já existente naquela época.

Foi eleito prefeito de Caçador para o mandato de 1966 a 1970. Muitas marcas suas foram deixadas, como a construção da Praça da Concórdia, prolongamento da Avenida Barão do Rio Branco até a chamada saída para Taquara Verde e um dos seus marcos: a construção da sede da Prefeitura, inaugurada no dia 6 de setembro de 1969, fortalecendo ainda mais o poder executivo em Caçador.



Passado o exercício como prefeito, Jucy Varella foi eleito vereador em 1971, sendo presidente da Câmara Municipal de 71 a 72.

Atuando junto à Comunidade, foi fundador da Cooperativa Rural de Eletrificação do Vale do Rio do Peixe em Caçador e presidente de 1973 a 1985, levando energia elétrica para locais antes nunca imaginados do interior do Município. Foi membro fundador e 1º presidente da Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (AMARP), sócio-fundador do Lions Clube de Caçador, presidente da Sociedade Caçadorense de Bochas, diretor da Indústria e Comércio Berger Ltda, depois Sociedade Anônima Viposa S.A., fundador e 1º presidente da Associação Profissional dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Caçador. Foi ainda membro da Loja Maçônica Luís Balster e 15 de Novembro e da União Caçadorense dos Estudantes.

Dentre as diversas homenagens que recebeu, está o título de Cidadão Honorário de Caçador, comenda entregue no dia 14 de abril de 2009.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Vereadores Mirins participam de pregão simulado
Moacir D’Agostini participa de Audiência Pública para execução de recursos à saúde
Vereador Soró e prefeito Alencar escutam demandas do Bairro Martello
Cobalchini entrega veículos e implementos para Calmon
Vereador Fabiano Dobner se licencia e Evelasio Bianchi assume
Prédio da Prefeitura passa a se chamar Prefeito Jucy Varella
Novas emendas impositivas são assinadas na Câmara
Cobalchini volta a falar da precariedade das rodovias
Caçadorenses no Programa Parlamento Jovem Catarinense
Câmara levanta sessão em memória a Augusto Francio e Romildo Putti