Núcleo de RH da ACIC promove live sobre saúde mental neste sábado

Live acontece neste sábado (17), 18h30, e abordará os impactos psicológicos durante a pandemia



Por: Andrielli Zambonin


A pandemia do coronavírus já dura vários meses e, durante esse período, a liberdade de ir e vir e o convívio social foram limitados. Para cumprir a quarentena de maneira correta, o distanciamento social foi indicado por governos e instituições de saúde no mundo todo. No entanto, a solidão causada por essas restrições levantou outra preocupação: a saúde mental na pandemia. Com uma nova onda de casos crescendo, as medidas de prevenção para COVID-19 ainda devem ser seguidas, mas o cuidado com o bem-estar psíquico deve ser levado a sério.

E é com essa preocupação que o núcleo de RH da ACIC Caçador promove neste sábado (17), às 18h30, a primeira live sobre saúde mental em tempos de pandemia. A live será transmitida pelo canal no YouTube da ACIC Caçador, e também pelo Facebook da ACIC. A ideia é debater os impactos psicológicos causados pela pandemia do Coronavírus.

Participam da transmissão os convidados Edilaine Casaletti, psicóloga e coordenadora da saúde mental do município de Caçador, e Clayton Luiz Zanella, psicólogo do programa Guarda Bem, com mediação do Núcleo de RH. 

Esta ação dará início ao Ciclo de Saúde Mental nas Organizações e integra a programação de outras atividades que serão organizadas pelo Núcleo de RH. O evento é aberto a toda comunidade. 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país que apresenta maior prevalência de depressão na América Latina. É também o país mais ansioso do mundo. 

Além dos cuidados profissionais, existem pequenas ações no cotidiano que podem ajudar no processo de lidar com a pandemia e com o distanciamento social. Confira algumas dicas para iniciar uma rotina mais leve e de autocuidado:

Lembre-se que você não está sozinho. Todos estão na mesma situação. E, apesar disso, cada um encontra uma melhor forma de lidar com este momento. Não se compare com outras pessoas e tente encontrar o que mais funciona para você.

Este é um momento intenso e fora do comum. É completamente normal se sentir triste, assustado e/ou menos produtivo que o habitual. Uma pandemia e o distanciamento social geram diversas emoções que são difíceis de lidar. Novos sentimentos são esperados. Não se cobre para estar bem 100% do tempo.

Observe suas demandas internas. Abafar e ignorar sentimentos não é saudável. Tente colocar tudo o que está acontecendo no mundo em perspectiva e relacione ao que você está sentindo - estão interligados? Se colocar como parte do todo vai trazer autoconhecimento e facilitará encontrar o equilíbrio da situação.

Limite o tempo ligado nas notícias.  É importante estar informado, mas são muitos processos acontecendo ao mesmo tempo - e todos eles bastante intensos. Mudanças na rotina de trabalho, no relacionamento com amigos e família, dilemas políticos e financeiros em todo o mundo. Estipule quanto tempo do seu dia você pode se dedicar ao consumo de notícias e, se necessário, reduza. Não se esqueça de buscar fontes oficiais para evitar notícias falsas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Morre Salézio Kindermann, um mestre do futebol feminino
Caçador: Pagamento com desconto de 10% do IPTU encerra no dia 17 de maio
Calmon realiza campanha pelos Direitos da Criança e Adolescente
Moradores de Rio das Antas conquistam matrículas de terrenos
Brasileira conta como é estar sob fogo cruzado em Israel
Abertas inscrições para artistas locais se apresentarem na Live Junina
Lançamento do Núcleo da Mulher Empreendedora é sucesso em Caçador
BRK Ambiental apresenta balanço das ações em Caçador
Polícia Militar de Caçador recebe duas novas viaturas