Legislativo e Executivo se manifestam sobre o ocorrido na Feira do Produtor Rural

Presidente da Câmara e Prefeito se colocam a disposição para junto aos produtores debater ações



O presidente da Câmara de Vereadores de Caçador, Moacir D’Agostini, lamenta o fato ocorrido com o produtor rural Luiz Petrykowiski, preso na tarde de quarta-feira durante a Feira do Produtor Rural, por ter se exaltado ao ver a Vigilância Sanitária apreender seus produtos por falta de um selo de inspeção municipal. Como todos sabem, o queijo da família Petrykowiski já recebeu prêmio nacional.

“Lamento profundamente o fato ocorrido com o Seu Luiz Petrykowski. Sabemos que a Legislação precisa ser cumprida e que a comercialização dos produtos coloniais, assim como de qualquer outro, precisa estar dentro das normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária e outros órgãos de controle, no entanto, acredito que esta situação poderia ser resolvida através do diálogo e do bom senso, sem que chegasse ao extremo, com a detenção do produtor rural”, declara Moacir.



O vereador disse estar a disposição para se reunir com os produtores rurais e representantes do Poder Executivo, para juntos discutirem alternativas e possíveis alterações na Legislação Municipal, visando a desburocratização de algumas normas envolvendo a fabricação e comercialização dos produtos coloniais. Tudo isso, sem descuidar das ações necessárias para garantir a qualidade destes produtos e a saúde de quem consome.

“Ao Seu Luiz e seus familiares, fica aqui a nossa solidariedade. Conhecemos a procedência do seu produto, o queijo, premiado nacionalmente, assim como todos os cuidados que têm na hora de fabricá-lo. Não tenho dúvidas que toda esta situação brevemente será resolvida”, finaliza Moacir D’Agostini.

Prefeito Saulo Sperotto se manifesta

Em suas redes sociais, o prefeito Saulo Sperotto também se posicionou sobre o caso.

“Já determinamos para que sejam apuradas as responsabilidades pelo fato registrado nesta quarta-feira na Feira do Produtor Rural. É primordial que todos os produtos de origem animal, que sejam manipulados, tenham a sua certificação. Mas, da mesma forma, é importante que as abordagens de fiscalização se deem de forma ordeira. Por outro lado, desde nossos outros mandatos, respeitamos e apoiamos os produtores rurais, com investimentos em equipamentos e estrutura para aqueles que têm interesse em produzir. A agricultura familiar é fundamental para nossa cidade e vamos trabalhar para que possa sempre manter a comercialização de seus produtos”.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Após pavimentadas, ruas Áustria e Panamá recebem sinalização
Bombeiros voluntários de Caçador resgatam Graxaim-do-mato em bueiro
Centro: Rua Campos Novos interditada nesta quarta e quinta para obras
Debates sobre Teatro e Cidadania no Sertão Catarinense
Curso de Administração da Uniarp promove: “Cestas Juninas Solidárias”
United Idiomas prepara você para um novo mundo
15 de Junho: Pastoral conscientiza sobre a Violência contra o Idoso
Ação entre amigos: Colabore para ajudar um homem na cirurgia contra o câncer
Avançam as tratativas para melhorar o fornecimento de energia para Caçador
Empresas da Incubadora Inova Contestado no Programa Galápagos