Judiciário de Caçador doa móveis para creches do município

Com a digitalização dos processos, os móveis ficaram em desuso

Armários que guardavam uma grande quantidade de papéis na comarca de Caçador agora acomodam mochilas coloridas e brinquedos pedagógicos em quatro creches da cidade. Com a digitalização dos processos, os móveis ficaram em desuso. Eles integram a lista de 32 bens inservíveis, a maioria armário com escaninhos, mesa e cadeira, doados pelo Poder Judiciário à Associação Caçadorense de Educação Infantil e Assistência Social.
"O que sobra na casa dos outros, na nossa tem lugar", diz Maria Lucia Macedo Bertolini, responsável pela entidade. Como os armários estão em bom estado de conservação foram logo para as salas de aula. Já o material que tem algum defeito não será usado imediatamente. "Temos um marceneiro que fará a recuperação desses móveis. Todos, de alguma forma, serão reutilizados", garante a diretora.
Além das 13 creches localizadas em bairros periféricos de Caçador, a ACEIAS, que completa cinco décadas neste ano, é responsável pela manutenção de duas casas de acolhimento, a Casa Lar Menino Deus e a Acolhimento Familiar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caminhão é flagrado carregando toras de pinheiro ilegal em Lebon Régis
Gibiteca abre inscrições para Oficina de Desenhos na próxima segunda-feira, 19
Núcleo de RH da ACIC promove live sobre saúde mental neste sábado
Nova lei de trânsito entra em vigor na segunda (12); veja o que muda
Feira do Produtor Rural reaberta na Beira Rio
Empresa de Caçador é multada em mais de R$ 10 mil por crime ambiental
Gafanhotos gigantes intrigam moradores de Água Doce e região
Marido da vice-prefeita de Lebon Régis morre vítima da Covid-19
BRK Ambiental vai instalar novos equipamentos no bairro dos Municípios
Iniciada entrega de madeiras derrubadas na Taquara Verde durante Ciclone Bomba