Jovem de 20 anos é a segunda vítima identificada em ataque em Saudades

Segundo os relatos, uma pessoa que entrou na escola estava golpeando alunos e professores com um facão



A agente educadora Mirla Renner, 20 anos, é a segunda vítima adulta identificada do ataque a uma creche em Saudades, Oeste de Santa Catarina. Além da jovem,a professora, Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, e três crianças de até dois anos morreram atingidos por golpes a faca.

O caso aconteceu na manhã desta terça-feira (4). Segundo a polícia, o autor do atentado, de 18 anos, desferiu golpes também contra si próprio e foi encaminhado em estado gravíssimo a um hospital em Pinhalzinho, cidade vizinha a Saudades.

Não foi informada a idade das crianças vítimas do ataque. O Corpo de Bombeiros foi ao local e isolou a área. Os corpos foram recolhidos pelo Instituto Geral de Perícias.

Segundo o 2º Batalhão da PM de Chapecó, que prestou apoio à ocorrência, a corporação começou a receber várias ligações de moradores e funcionários pedindo socorro por volta das 10h35min. Segundo os relatos, uma pessoa que entrou na escola estava golpeando alunos e professores com um facão.

O município tem 9,8 mil habitantes e fica a cerca de 70 quilômetros de Chapecó, a maior cidade do Oeste catarinense, e a 600 quilômetros de Florianópolis.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

DPCAMI trabalha na garantia dos direitos e deveres da criança e adolescente
Estado de saúde do caminhoneiro caçadorense inspira cuidados
Polícia Militar de Caçador recupera veículo furtado
Caminhoneiro caçadorense sofre acidente no Rio Grande do Sul
Desaparecido em Lebon Régis há seis meses volta para casa
Dois acidentes entre Calmon e Matos Costa nesta manhã
Caminhoneiro de Fraiburgo morre em acidente
Homem é preso por tráfico de drogas, porte ilegal de munição e ameaça
Deputado Coronel Mocellin sofre acidente com capotamento no Oeste