Enfermeiro é o primeiro vacinado contra a Covid-19 em SC

César Vasconcellos de Azevedo recebeu a primeira dose às 17h35 desta segunda-feira (18) em São José.

O enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Santa Catarina. Ele recebeu a primeira dose às 17h35 desta segunda-feira (18) no Instituto de Cardiologia em São José, na Grande Florianópolis.
Santa Catarina foi o primeiro estado do Sul do Brasil a começar a vacinação contra a Covid-19. O enfermeiro é morador da capital, tem 55 anos e trabalha há 28 no Hospital Celso Ramos, de Florianópolis. Depois da imunização, ele deu entrevista em coletiva de imprensa.

"É um alívio para todos nós, especialmente para as famílias que vemos o sofrimento. Pedimos que todos se vacinem porque não sabem como é ruim lá as pessoas internadas sem conseguir respirar, viradas de barriga para baixo para ver se conseguem respirar. Pensem em seus pais, tomem a vacina em nome do amor".

FAÇA PARTE DO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP CLICANDO AQUI


Em seguida, foi vacinado o idoso de 81 anos João de Jesus Cardoso, que mora em uma instituição de longa permanência. Por fim, foi vacinada a líder indígena Kerexu Yxapyry, da terra indígena Morro dos Cavalos, em Palhoça, na Grande Florianópolis. "A minha sensação de ter recebeido a vacina é de liberdade. A gente passou um ano, que foi uma eternidade, presos, por motivos de segurança. Quero agradecer às divindades, à sabedoria da ciência e à união de todos os povos", afirmou a líder indígena.
As profissionais que aplicaram as vacinas são Patrícia Coelho, da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive), e Iula Luana Bastos, gerente de imunização da Prefeitura de São José. Também estiveram presentes na cerimônia o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, o secretário de Estado da Saúde, André Motta, o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, o coronel do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Charles Alexandre Vieira, e representantes da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam).

O governo de Santa Catarina afirmou que deve partir na noite desta segunda o avião que irá para a região Oeste com as doses recebidas pelo estado pela manhã. Na terça (19), caminhões com as vacinas para as outras regiões catarinenses saem pela manhã. A entregas nessas áreas será por via terrestre.

Secretário e governador pedem que população continue prevenção

Após as três pessoas serem vacinadas, o secretário de Estado da Saúde, André Motta, pediu que a população continue com a medidas preventivas contra a Covid-19.
"Preciso lembrar que, apesar do início da vacinação, continuamos com a pandemia entre nós. Precisamos continuar com isolamento, uso de máscara, isso é fundamental", disse André Motta.
O reforço para que a população continue se cuidando foi feito também pelo governador Carlos Moisés. "Temos na vacina a esperança de dias melhores. Se tudo der certo, passaremos o ano de 2021 vacinando. Por isso, precisamos continuar com as normas editadas pelo Governo de Santa Catarina e apoiadas por cada prefeitura. Estamos recebendo, ainda de forma incipiente, essas primeiras doses, que serão encaminhadas a cada uma das populações estabelecidas como preferenciais", afirmou Moisés.

Chegada das doses

Na manhã desta segunda, as doses foram escoltadas pela Polícia Rodoviária Estadual (PRF) a um depósito da Secretaria de Estado da Saúde (SES). Equipes da pasta separaram e enviaram os imunizantes aos municípios.
A expectativa é de que as doses cheguem às cidades ainda nesta segunda. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, são 144.040 doses da CoronaVac, em 3.601 caixas, recebidas nesta segunda-feira para vacinar um total de 68.580 pessoas, "considerando que são necessárias duas doses e que haja alguma possível perda técnica".
Com isso, a primeira remessa da vacina Coronavac vai cobrir 16% do grupo prioritário, já que a população estimada para do primeiro grupo é de 426.678, segundo o plano de vacinação do governo de Santa Catarina.
A orientação das autoridades de saúde é que a população continue tomando os cuidados sanitários contra o coronavírus, como uso de máscara e distanciamento social, até que a maior parte da população tenha recebido as duas doses da vacina.

Grupos
Confira abaixo quais grupos fazem parte desta primeira fase da vacinação contra Covid-19:
Primeiro: trabalhadores da saúde, a população idosa a partir dos 75 anos de idade, as pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e a população indígena. População estimada deste grupo é de 426.678 pessoas em todo o estado.
Segundo: pessoas de 60 a 74 anos. População estimada deste grupo é de 844.644 pessoas em Santa Catarina.
Terceiro: pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença. População estimada deste grupo é de 1.365.028 pessoas no território catarinense.
Quarto: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento e funcionários do sistema prisional. População estimada deste grupo é de 166.289 pessoas em Santa Catarina.


Com informações G1 SC


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Idosos são vacinados em drive thru, no Parque das Araucárias
Projeto que qualifica Organização Social para gestão da saúde será debatido com a comunidade
Motorista da Saúde de Caçador morre vítima da Covid-19
Mais 170 profissionais foram afastados do hospital Maicé, em 40 dias
Governo do Estado envia mais 20 respiradores pulmonares para região Oeste
Por enquanto, lockdown em SC permanece somente nos finais de semana
Força-tarefa faz dezenas de fiscalizações e 7 autuações
No ritmo atual, Caçador levaria mais de 4 anos para vacinar toda a população
Pode ou não pode? Veja o que está liberado para funcionar durante lockdown
Governo anuncia Lockdown total em Santa Catarina no final de semana