Dia das Mães movimenta comércio em Caçador

Lojistas comemoram expectativas superadas de vendas



Por: Andrielli Zambonin


Segunda data sazonal mais importante para o varejo no ano, o Dia das Mães, alavancou as vendas em Caçador. Os lojistas estão otimistas e esperam crescer o volume de vendas no período comemorativo. A primeira semana de maio foi mais movimentada nas principais Avenidas de Caçador. No Centro, a Avenida Barão do Rio Branco registrou um fluxo maior de veículos e lojas mais movimentadas. 

Entre os itens procurados para presentear as mães, as joias e semi-joias estão no topo da lista. Em Caçador, a vendedora Janaína Bento comemora a movimentação na loja Coelho Joias. “Essa data superou as nossas expectativas. Achamos que devido a pandemia talvez a movimentação pudesse ser menor, mas tivemos um bom número de vendas e de pessoas procurando a loja e conhecendo nossos produtos”, disse Janaina.

De acordo com a vendedora, o item mais procurado da loja são os relógios, seguido pelos pares de brincos e anéis. Janaína também comenta sobre as vendas online que ajudaram a aumentar os lucros em momento de pandemia. “Nós fizemos as lives apresentando os nosso produtos e as pessoas podiam fazer seus pedidos online. Foi uma alternativa para que quem quisesse comprar não precisasse se expor”, destacou.

Levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC) aponta que 53% dos entrevistados acreditam que as vendas para o Dia das Mães deste ano serão superiores às registradas no mesmo período do ano passado. Outros 36% avaliam que o resultado deve ser igual.

Mesmo com os impactos da pandemia, a maior parte dos entrevistados, 39,9%, avalia que o crescimento nas vendas será de até 4%. Entre os itens que deverão ser mais procurados para a data estão roupas e calçados (mencionados por 36,1% dos entrevistados), flores (19,1%), eletroeletrônicos (11,2%) e chocolates (10,4%). Foi identificado ainda que 65,2% dos empresários estão programando alguma promoção e 31,6% estimam um tíquete médio entre R$ 51 e R$ 100.

O levantamento da FCDL/SC foi realizado com 400 empresas associadas que atuam no varejo em 20 cidades com maior potencial de consumo – IPC. Quanto à forma de atendimento, 52,2% estão operando tanto de forma física quanto on-line, 45% somente em loja física e 2,8% somente on-line.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Prefeitura cria selo “Caçador, para você estar, investir e ficar!”
ACIC de Caçador anuncia instalação de cooperativa de crédito
Prefeitura de Lebon Régis já economizou mais de R$ 2,6 milhões em 2021
BRK Ambiental apresenta dicas de consumo consciente de água
Sobe o custo da cesta básica em Caçador
Câmara aprova incentivos fiscais para ampliação da empresa Guararapes
Prefeitura de Caçador orienta sobre a venda e consumo de produtos legalizados
“Não podemos cair em novas armadilhas”, diz Gilberto Seleme sobre a falta de energia
Município presta contas do 1°quadrimestre em Audiência Pública
Dia das Mães movimenta comércio em Caçador