Celesc deverá retornar parcelamentos em demandas específicas aos consumidores

Informação foi prestada pelo vereador Jean Carlo Ribeiro que entregou em mãos um pedido de providência ao presidente da estatal

A Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) deverá rever a portaria publicada no ano passado que vetou o parcelamento de pagamentos dos consumidores em obras executadas pela empresa para atender as demandas específicas dos empreendedores do Estado.

A informação foi repassada na sessão ordinária desta segunda-feira (19) pelo vereador Jean Carlo Ribeiro (PSD), após entregar em mãos um pedido de providência de sua autoria, ao presidente da Celesc, Cleicio Poleto Martins, durante viagem a Florianópolis na semana passada.

A visita foi acompanhada pela deputada estadual Paulinha, que enalteceu o pedido feito pelo vereador caçadorense. “Por um tempo foram proibidos os parcelamentos para os investidores que querem montar seus negócios, e o vereador Jean, sensibilizado com um caso que aconteceu em Caçador, trouxe essa demanda que motivou a Celesc a mudar seu posicionamento”, informou a parlamentar em vídeo expostos nas redes sociais e reproduzido na sessão da Câmara.



Jean explica que muitos empresários de Caçador e do Estado, mesmo em tempos pandêmicos, tentam ampliar seus negócios, gerando emprego e renda. No entanto, seus pedidos de parcelamentos seguem indeferidos, com fundamento na resolução da diretoria da Celesc. “Ficamos felizes com a notícia de que os parcelamentos deverão acontecer novamente. Uma iniciativa de Caçador, mas que vai beneficiar todo o estado”, informa, agradecendo à deputada Paulinha pelo apoio.

Ele informou ainda que entregou ao presidente da Celesc outros dois pedidos. O primeiro solicitando que a empresa estude a possibilidade de instalação de rede trifásica nas áreas rurais de Caçador e região. Já o segundo, para o compartilhamento da infraestrutura, com sistema de posteamento, para a passagem de cabos dos serviços de internet fribra ótica para as áreas rurais de Caçador, sem nenhum custo ou tarifa para a utilização dos postes.

“O presidente Clécio também se mostrou sensível a estas demandas e nos próximos meses deveremos ter novidades, especialmente no que se refere à rede trifásica”, ressalta, destacando que um pedido do deputado Cobalchini para a implantação da rede trifásica também foi realizada à empresa.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comitiva de Macieira busca recursos em Florianópolis
Morre o ex-prefeito de Matos Costa, Nelson Castilho
Condenados pela Lei Maria da Penha ou feminicídio não poderão exercer cargos comissionados
Curso aborda implantação do orçamento impositivo na Câmara
Governo do Estado anuncia liberação de R$ 1 milhão para o antigranizo
Governo do Estado assina convênios para o sistema antigranizo
Vereadores voltam a cobrar solução no caso da Pista Olímpica
Vereadores criticam prazo estabelecido por fiscais para regularização de imóveis
Da Tribuna, Cobalchini dispara: BR-282 é a nova Rodovia da Morte
Vereadores Lidiane e Fically são absolvidos no TRE/SC