Câmara Regional de Educação discute escassez de trabalhadores

Empresas brasileiras falam das dificuldades para encontrar mão de obra qualificada e reunião amplia o debate sobre o assunto

A 4ª Reunião ordinária da Câmara Regional de Educação da Vice-Presidência Regional Centro-Norte da FIESC foi realizada dia 26 de novembro, no SESI de Caçador. Na oportunidade foram discutidos os desafios da escassez de trabalhadores em diversas áreas produtivas.

O evento teve a participação de Sandro Volpato, coordenador da área de Assessoria de Responsabilidade Social da FIESC e de Osnilda Leite, líder do Movimento SC pela Educação em todo o estado.

Num país com milhões de desempregados, empresas dizem ter dificuldade para encontrar mão de obra qualificada, e que nos cargos de produção essa lacuna é maior. Os dados integram um estudo da Confederação Nacional da Indústria (CNI).



Na reunião, grupos de trabalhos foram formados com os membros da Câmara para discutir os motivos desta escassez, avaliar o desinteresse quanto ao trabalho formal, além de discutir as atuais competências para o mercado de trabalho e analisar quais serão as competências futuras. “As informações coletadas na regional servirão como subsídio para a elaboração de um plano de ação em âmbito estadual e servirão como base para a atuação do Movimento SC pela Educação”, informa Daniel Tenconi, gerente executivo SESI, SENAI e IEL.

Leonir Tesser, vice-presidente Regional da FIESC afirma que o Movimento SC pela Educação tem como foco a recolocação de profissionais qualificados no mercado de trabalho e está vinculada ao programa Travessia, que orienta a reinvenção da economia para transformar SC em referência em desenvolvimento sustentável.

Dados da plataforma Movimento SC pela Educação

Lançada no final de janeiro de 2021, a plataforma do Movimento SC pela Educação é uma iniciativa da Federação das Indústrias (FIESC), com o Comércio e Serviços (Fecomércio), Agricultura (FAESC) e Transportes (Fetrancesc), e parceiros educacionais como o SEBRAE/SC, Instituto Ayrton Senna, Sistema Ailos, dentre outros.



Dados apresentados na reunião mostraram que em oito meses, a plataforma registrou mais de 700 mil visualizações. Foram mais de 10 mil vagas registradas, sendo 7,56% da Regional Centro-Norte da FIESC. São 80 empresas da Regional já cadastradas na plataforma.

A plataforma também coloca à disposição da população cursos de capacitação nas áreas de competências socioemocionais, empreendedorismo, finanças pessoais, inglês, matemática, mundo digital, português, sustentabilidade e comunicação.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Cerro Bonito têm asfalto 100% concluído com o Programa Barro Zero
Prefeitura entrega prêmios aos ganhadores do Brilha Caçador
Músicos do Contestado abrem as atividades em 2022
Grupo de São Paulo realiza ações evangelizadoras em Caçador
Vila Santa Terezinha agora tem 100% das ruas asfaltadas
Prefeitura de Macieira recebe nova retroescavadeira
Vila Santa Terezinha terá 100% de ruas asfaltadas
Caçador se despede de Ricardo Barbosa e Deyvid Fernandes
Ricardo Barbosa e Deyvid Fernandes serão velados na Câmara
Calmon terá Programa de Iniciação Profissional