Câmara anula R$ 1 milhão do orçamento em prol da saúde

Recursos serão destinados ao custeio de materiais, insumos e diárias para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), além da manutenção dos veículos que transportam estes pacientes

A Câmara Municipal de Caçador anulou o montante de R$ 1 milhão do seu orçamento para ser aplicado na saúde do Município. O Projeto de Lei que prevê este aporte ao Poder Executivo foi aprovado por unanimidade e em primeira votação durante sessão ordinária da segunda-feira (19).

De acordo com o projeto, os recursos serão destinados ao custeio de materiais, insumos e diárias para o Tratamento Fora de Domicílio (TFD), além da manutenção dos veículos que transportam estes pacientes e outras atividades.



Ao comentar sobre o projeto, o presidente Moacir D’Agostini (DEM) enalteceu a eficiência dos trabalhos do Legislativo e a política de economia implantada pela Casa para que estes recursos pudessem retornar à comunidade em um setor importante como a saúde.

“Em um momento de pandemia, este recurso vai auxiliar ainda mais as demandas da saúde. Isso demonstra que esta Casa tem feito a sua parte economizando recursos sem comprometer a efetividade dos seus serviços e atendimento à nossa população”, destaca.

Outros recursos

Moacir informa também que a Câmara pretende fazer a devolução de outros recursos ao Executivo durante o ano. Um deles se refere à implantação do sinal da internet no interior. Quase R$ 300 mil já foram colocados à disposição, bastando apenas a sinalização positiva da Administração Municipal.

1 COMENTÁRIO(S)

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comitiva de Macieira busca recursos em Florianópolis
Morre o ex-prefeito de Matos Costa, Nelson Castilho
Condenados pela Lei Maria da Penha ou feminicídio não poderão exercer cargos comissionados
Curso aborda implantação do orçamento impositivo na Câmara
Governo do Estado anuncia liberação de R$ 1 milhão para o antigranizo
Governo do Estado assina convênios para o sistema antigranizo
Vereadores voltam a cobrar solução no caso da Pista Olímpica
Vereadores criticam prazo estabelecido por fiscais para regularização de imóveis
Da Tribuna, Cobalchini dispara: BR-282 é a nova Rodovia da Morte
Vereadores Lidiane e Fically são absolvidos no TRE/SC