Associações Empresariais repudiam aumento da verba do Fundo Eleitoral

Entidades da Regional Meio Oeste da Facisc se manifestam contrários ao aumento do dos recursos destinados a campanhas

As associações empresariais que integram a Regional Meio Oeste da Federação das Associações Empresariais do Estado de Santa Catarina (Facisc) repudiam o aumento da verba destinada ao Fundo Eleitoral, aprovado no Congresso Nacional, na última semana. A aprovação do projeto, incluída na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), eleva o valor previsto para o Fundo Especial de Financiamento de Campanha de R$ 1,8 bilhão para R$ 5,7 bilhões em 2022.

Enquanto toda a sociedade concentra um esforço gigantesco, em meio às crises econômica e sanitária, para superar os desafios que se impõem, deputados e senadores desrespeitam os cidadãos brasileiros, para se apropriarem de recursos públicos direcionando-os para partidos políticos e campanhas eleitorais.



O setor produtivo requer que os representantes públicos adotem uma postura em favor da população brasileira, da moralidade e da eficiência do Poder Público, e que os parlamentares que alegam que a aprovação ocorreu por meio de um artifício de pauta, agora se posicionem favoráveis ao veto deste ato vergonhoso pelo presidente da República, assim como acredita na mesma postura da autoridade máxima do Poder Executivo e da República.

As verbas de representação e emendas parlamentares neste momento devem ser direcionadas às ações de combate à pandemia e à recuperação econômica do país, com estímulo à competitividade e ao crescimento das empresas, especialmente na direção da redução dos impostos.

Somente com um ambiente político ético, com os poderes Executivo e Legislativo agindo em conjunto e sem casuísmo, com contas públicas equilibradas, conseguiremos promover o desenvolvimento do país de forma mais justa, com igualdade de direitos e deveres, emprego e qualidade de vida à população.

 Associação Empresarial de Caçador - ACIC
Associação Empresarial de Videira- ACIAV
Associação Empresarial de Fraiburgo- ACIAF
Associação Empresarial de Campos Novos – ACIRCAN
Associação Empresarial do Baixo Vale do Rio do Peixe - ACIRP
Associação Empresarial de Salto Veloso – ACISV
Associação Empresarial de Treze Tílias- ASSETT
Associação Empresarial de Curitibanos- ACIC
Associação Empresarial Arroio Trinta- ACIAT
Associação Comercial e Industrial de Tangará- ACITA
Associação Comercial e Industrial do Oeste Catarinense- ACIOC

1 COMENTÁRIO(S)

  1. Coincidência bacana, que entidades empresarias estão se manifetando contrárias, igualmente o que fez a bancada da esquerda na câmara federal que votaram contra a esse absurdo feito pelo centrãoque aprovou esse aumento. Centrão esse que é a base do governo federal e principalmente.que são partidos mais alinhados com as entidades empresariais. Mas que ótimo que as entidades empresarias possuem a sensatez de se oporem a estratégias políticas. Afinal empresários e politicos deveriam intervir mais nos desmandos deste desgoverno bolsonarista, que vem prejudicando sensivelmente os trabalhadores nas suas reformas, no combate da pandemia e no controle da inflação. Tenho dito!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Comitiva de Macieira busca recursos em Florianópolis
Morre o ex-prefeito de Matos Costa, Nelson Castilho
Condenados pela Lei Maria da Penha ou feminicídio não poderão exercer cargos comissionados
Curso aborda implantação do orçamento impositivo na Câmara
Governo do Estado anuncia liberação de R$ 1 milhão para o antigranizo
Governo do Estado assina convênios para o sistema antigranizo
Vereadores voltam a cobrar solução no caso da Pista Olímpica
Vereadores criticam prazo estabelecido por fiscais para regularização de imóveis
Da Tribuna, Cobalchini dispara: BR-282 é a nova Rodovia da Morte
Vereadores Lidiane e Fically são absolvidos no TRE/SC