Acadêmicos Proesde realizam atividades em Matos Costa

Projeto da Uniarp praticou a contação de histórias junto a estudantes da rede municipal de ensino de 1º a 5º ano



O Programa de Educação Superior para o Desenvolvimento Regional – PROESDE consiste em um conjunto de atividades de ensino, pesquisa e extensão voltados à formação do cidadão, capaz de intervir nas políticas públicas, mediante a articulação entre sua formação acadêmica com o desenvolvimento socioeconômico da região.

Uma das ações deste programa é a capacitação de recursos humanos para atuar nas áreas de desenvolvimento regional. Este projeto visa servir as crianças em idade escolar, matriculadas na rede de ensino do município de Matos Costa, especificamente as que frequentam os primeiros anos do Ensino Fundamental (1º a 5º ano).



O projeto reforça a área da matemática e preparação para as olimpíadas de Matemática para as crianças em idade escolar de Matos Costa.

Na quarta-feira dia 22, o secretário municipal de Educação, Dinis Campagnin, acompanhando da professora Carla Cristina Peppe ed a diretora Potira Ferreira, observaram o trabalho de contação de histórias com o tema “Paciência e Inteligência”, desenvolvido na Escola Municipal Professora Ana Maria de Paula.



Estavam presentes as acadêmicas bolsistas do Proesde da Uniarp de Caçador, Vanessa do Prado (Enfermagem), Sandra de Moura Antunes (Serviço Social), Marilucy Alonso dos Santos (Pedagogia) e Wellington Matheus dos Santos (Educação Física), juntamente com Adelino Vicente (Extensão) e a coordenadora do Proesde, Marileusa Carvalho.

A contação de histórias propicia ao educando inúmeras possibilidades de se desenvolver, ela promove a interação, instiga a imaginação e também é a oportunidade que muitas crianças têm de ter contatos com livros. Por meio das histórias, pode-se levar o educando a viajar no tempo e reproduzir as mesmas, contribuindo assim para o seu desenvolvimento.



Na infância, a arte de contar histórias deve estar presente em sala de aula, a fim de contribuir para o desenvolvimento do vocabulário do educando, bem como para a interação e socialização entre os envolvidos no processo educacional. Abramovich (1989, p.16) salienta que “é importante para a formação de qualquer criança ouvir muitas histórias”. Escutá-las é o início da aprendizagem para ser leitor é ter um caminho absolutamente infinito de descobertas e de compreensão do mundo.  Entende-se que quando um educador utiliza a história na sala de aula, ele está praticando uma aprendizagem mais significativa.

Entrega de material lúdico

No mesmo dia, o secretário Dinis fez a entrega de materiais lúdicos para a professora Nerci Ribeiro da Silva, no Centro de Educação Infantil Sementinha do Saber, com objetivo de auxiliar no desenvolvimento e nas atividades educacionais das crianças.


 
O material é composto por fantoches,  jogo da memória, trilha dos animais, joaninha das cores,  o grande construtor,  dominó de cores, semáforo dos alimentos,  e bingo kids. 


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Escola Calmon realiza a 1ª Feira do Conhecimento
Secretaria de Educação de Caçador promove o Dia da Família na Escola
Judiciário destina recursos para compra de parques infantis para Aceias
UNIARP realiza abertura oficial de especializações para professores
Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal atende em novo local
Mestrando da UNIARP apresenta trabalho em evento na Croácia
Audiência Pública discute os números elevados de evasão escolar
Unidade Móvel do Senai realiza cursos gratuitos em Calmon
UNIARP abre inscrições para a Universidade da Maior Idade
FIESC realiza formatura de três cursos técnicos