Você com certeza deve ver por aí muitos adolescentes usando aparelho ortodôntico. Pode ser que esta seja a fase mais comum para utilizar o acessório, mas não quer dizer que seja a única. Afinal de contas, será que existe uma idade correta para aderir tal tratamento?

Não existe uma idade correta para iniciar. O aparelho ortodôntico pode ser utilizado em qualquer idade, desde crianças até os mais velhos, dependendo da finalidade proposta. Cada caso é um caso, e tem que ser avaliado separadamente.

Não precisa ser apenas quando os dentes estão tortos ou desalinhados. Uma avaliação precoce por volta dos 6 anos, quando a criança inicia a primeira fase de troca da dentição. Nessa análise, avaliamos não só a presença de mordida cruzada, mordida em topo, cáries, hábitos parafuncionais do paciente, como chupar o dedo e chupeta ou roer unha, diastemas (dentes separados), bem como toda a estrutura óssea e a proporcionalidade dos ossos.

Muitas vezes já podemos intervir nessa fase. Aproveitando que os ossos da face ainda não estão completamente calcificados para obter ótimos resultados de ganho e avanço. Crianças com 'o queixo muito para frente' ou com o céu da boca estreito, são muito beneficiadas nessa época com o tratamento ortopédico. Caso o paciente não precise de uma intervenção ortodôntica, é apenas realizado um acompanhamento da troca dentária pelos próximos anos.

Já na fase da pré-adolescência, por volta dos 12 e 13 anos, é possível recorrer a tratamentos ortodônticos. É por volta dessa idade que geralmente ocorre a troca dentária completa, com aparecimento de todos os dentes permanentes na boca. Na maioria dos casos, é uma época muito propícia para colocação do aparelho ortodôntico fixo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO