Senai ainda não tem autorização para o retorno de atividades

Seguindo recomendações de deliberações municipais, as aulas presenciais em laboratórios e oficinas ainda não estão autorizadas para retomada

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) elaborou protocolo de segurança para o retorno das atividades com critérios de saúde e segurança a serem seguidos, além de reforçar a necessidade de se seguir as normas das autoridades sanitárias do município e da unidade da Federação em que estão localizados.

O protocolo está fundamentado em quatro eixos de atuação: (1) planejamento de retomada das aulas; (2) adequações do ambiente escolar; (3) novas rotinas das escolas; (4) ciclo de cuidado com as pessoas.
O documento foi elaborado por médicos do trabalho, epidemiologistas, engenheiros de saúde e segurança no trabalho, psicólogos e outros especialistas. O protocolo tem como foco a volta das aulas presenciais para o desenvolvimento de habilidades específicas em oficinas e laboratórios, que não puderem ser desenvolvidas por meio de simuladores ou outras estratégias em ambientes virtuais da educação não presencial.

“O Senai tem um vasto portfólio de cursos EaD que estão sendo utilizados juntos aos estudantes. Porém, nossos cursos técnicos exigem momentos presenciais, então, vamos fazer isso de forma gradual, e da forma mais segura possível”, explica Jardel Carminatti, gerente-executivo do Sesi/Senai Região Centro Norte. “A continuidade da formação dos técnicos é de grande importância para a indústria enfrentar os desafios da retomada e o Senai vai seguir preparando os profissionais com as melhores práticas em cuidados com a saúde de nossos estudantes”, completa. 

O protocolo traz um conjunto de medidas a serem adotadas. Entre os cuidados com estudantes, cada escola do Senai deverá fazer: antes da retomada, uma pesquisa entre eles, detectando quais são do grupo de risco e quais realmente poderão voltar às atividades presenciais. As escolas também precisam identificar os cursos que devem ser priorizados na retomada gradual das aulas, levando em consideração as áreas que mais necessitam do momento presencial, como eletrotécnica, mecânica, automação industrial, entre outras que possuem etapas presenciais obrigatórias.


Uma vez retomadas as aulas, os estudantes deverão seguir algumas regras, tais como: aferição de temperatura, uso de máscaras, higienização frequente das mãos com álcool em gel, higienização de máquinas, bancadas e equipamentos após uso. 
Além dos cuidados com desinfecção e limpeza, as escolas fixaram cartazes com informações orientativas em ambientes coletivos e aumentarão a frequência de higienização antes, durante e após atividades nos ambientes.

Os ambientes de uso coletivo terão sinalização de alerta com o objetivo de assegurar o distanciamento sem prejudicar o aprendizado. Assim, as turmas terão apenas a metade de estudantes do que o espaço costumava abrigar antes da pandemia.  Além disso, foi definido os cuidados com pessoas com deficiência. No caso de deficientes visuais, por exemplo, não será recomendado o uso de material em braile.

Os bebedouros só poderão ser usados para encher garrafas, que cada estudante deverá trazer de casa. Dependendo do curso, as escolas deverão fazer marcações no chão ou até barreiras físicas entre os alunos, no intuito de manter os dois metros de distância de afastamento.
Haverá também um responsável na entrada das escolas para monitorar a temperatura de estudantes e colaboradores. No caso de diagnóstico, o estudante e/ou colaborador com covid-19 será afastado, e a recomendação é de que o restante da equipe que teve contato com o membro contaminado também cumpra home office pelos próximos 14 dias.

Com isso, reiteramos nosso compromisso com a saúde de nossos estudantes e colaboradores   tendo como prioridade absoluta o enfrentamento da COVID – 19 para salvaguardar a vida, a saúde e bem-estar de toda a nossa comunidade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Abertas inscrições para bolsas do Uniedu
Vereadores indagam atuação da Secretaria de Educação na pandemia
Acadêmicos da Uniarp aplicam consultoria em empresas de Fraiburgo
Biblioteca Vidal Ramos reformula espaços e oferece cursos
Aprovado Plano de Ação para atendimento emergencial na educação
Uniarp oferece desconto e bolsas de estudos nos cursos EAD
Senai amplia oferta de cursos técnicos no ensino a distância
Senai ainda não tem autorização para o retorno de atividades