Saiba como se prevenir da febre amarela

A enfermeira vigilância epidemiológica, de Caçador, Paula Brustolin, ressalta que a febre amarela é infecciosa e não contagiosa

Beatriz Lima -   Repórter Jornal extra

A transmissão da febre amarela ocorre somente em área silvestre e, é adquirida quando é picada por um mosquito contaminado do gênero (principalmente) Haemagogus. É importante lembrar que a prevenção de algumas doenças somente é obtida com a vacina.
A enfermeira vigilância epidemiológica, de Caçador, Paula Brustolin, ressalta que a febre amarela é infecciosa e não contagiosa. A única forma de evitar a febre amarela silvestre é a vacinação contra a doença. Assim a vacinada estará protegendo toda uma vida, com apenas uma dose.


“As manifestações iniciais são febre alta de início súbito, sensação de mal-estar, dor de cabeça, dor muscular, cansaço, calafrios, náuseas e vômitos. Quando a doença evolui para a forma grave, há um aumento da febre, diarreia, reaparecimento dos vômitos, dor abdominal, icterícia (olhos amarelados, semelhante à hepatite), manifestações hemorrágicas (equimoses, sangramentos no nariz e gengivas) e ocorre funcionamento inadequado de órgãos vitais como fígado e rins”, afirma a enfermeira, Paula Brustolin.
 
O ciclo do vírus em área silvestre é mantido através da infecção de macacos e da transmissão transovariana no próprio mosquito. “A infecção humana ocorre quando uma pessoa entra em área de mata sem estar vacinada. Uma vez infectada, a pessoa pode, ao retornar para a cidade, servir como fonte de infecção para o Aedes aegypti, que então pode iniciar a transmissão da febre amarela em área urbana”, relata Paula Brustolin.


“É importante lembrar que o macaco é uma vítima também, e serve para nós humanos como um sinalizador para mantermos em alerta. Por essa razão não se deve matá-los”, finaliza a enfermeira. 


Caçador intensifica as vacinas contra a febre amarela


Neste sábado, 13, a secretaria de saúde de Caçador, através da vigilância epidemiológica, estará vacinando os moradores nas comunidades do interior. As equipes vão passar nas residências a fim de imunizar o maior número possível de indivíduos. A ação ocorrerá das 8h às 12h e das 13h Às 17h, simultaneamente, em diversas localidades.


Todas as pessoas com idade entre 9 meses e 59 anos podem se vacinar contra a febre amarela.


Além disso, até o dia 20, deste mês, os cidadãos poderão procurar as vacinas das 8h30 às 11h30 e das 13h30 até às 16h30 nos postos.

As salas de vacinas ficam nos postos de saúde do Martello, Caic, Bom Sucesso, Berger, Municípios, Santa Catarina, Clínica Materno Infantil e, em Taquara Verde. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Hospital Maicé inicia atendimentos no setor de hemodinâmica
Em menos de três dias, estoque da vacina contra gripe encerra
Vacina contra a gripe será liberada para toda população catarinense a partir de segunda
Diretoria de Vigilância Epidemiológica atualiza a situação dos casos de dengue em Santa Catarina
Últimas semanas da Campanha de Vacinação da Gripe
Pré-eclâmpsia afeta até 7% das grávidas brasileiras e pode levar à morte da mãe e do bebê
Focos do mosquito da dengue são encontrados em Caçador
Dia D da Campanha do Agasalho acontece em 25 de maio
Campanha contra a gripe vacinou 52% dos catarinenses de grupos prioritários
Vacinação da Gripe segue até 31 de maio