Redução do custo previdenciário é tema de evento em Caçador dia 26 de fevereiro

O palestrante é Rodrigo Meister de Almeida, engenheiro Florestal e advogado, especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho e Mestre em Governança e Sustentabilidade

A Vice-Presidência Regional Centro-Norte da FIESC, Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) realizam em Caçador, dia 26 de fevereiro o evento Diálogo Industrial.
O evento vai discutir o tema: “Gestão Estratégica da Segurança e Saúde. Como reduzir o custo previdenciário evidenciando cuidados com o trabalhador”.
O Diálogo Industrial tem como objetivo aprimorar a gestão da segurança e saúde com foco na redução de custos por afastamentos e impostos previdenciários.
O palestrante é Rodrigo Meister de Almeida, engenheiro Florestal e advogado, especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho e Mestre em Governança e Sustentabilidade. É Professor convidado de Responsabilidades Legais e Legislação Trabalhista nos cursos de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho da UFPR e Medicina do Trabalho da UFPR. É Perito Judicial na área de Engenharia de Segurança no Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região e Diretor Técnico da ENGESEG Consultoria e Assessoria em Segurança do Trabalho.
 
Evento Diálogo Industrial
Horário: das 8h às 10 horas
Local: SESI Caçador
Endereço: Rod. Honorino Moro, 610.  Alto Bonito - CEP:89500-000 - Caçador/SC
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Jornalista William Waack confirmado no SEAD 2019
Unimed Caçador conquista Selo Prata de Governança e Sustentabilidade
Temperaturas negativas em SC: conheça algumas ações do governo em dias de frio extremo
Basquete em cadeiras de rodas, em Caçador, trás qualidade de vida para os jogadores
Celesc dá dicas de uso consciente de energia no inverno
Confraria do Rock arrecada meia tonelada de roupas
Aconteceu em Caçador o campeonato Regional CBC/TAURUS
Acadêmicos da UNIARP visitam Centro Hípico de Caçador
Centenas de caçadorenses utilizam a plataforma de ensino a distância da Prefeitura
Conselho de Cultura quer ouvir demandas da sociedade