Quatro pessoas morrem em acidente entre Caçador e Calmon

As vítimas ocupavam o veículo Focus, placas de Videira, que colidiu em um caminhão

Quatro pessoas morreram em um acidente ocorrido no final da tarde desta quarta-feira, 15, na rodovia SC-135, entre Caçador e Calmon. As vítimas ocupavam o veículo Focus, com placas de Videira, que colidiu em um caminhão carregado de toras de madeira.

O acidente ocorreu por volta das 17h10, a cerca de 10 km da área urbana de Caçador. Segundo uma testemunha ouvida pela nossa reportagem no local do acidente, o Focus seguia sentido a Calmon quando colidiu de frente no caminhão, que trafegava no sentido oposto. A testemunha relatou que o automóvel estava na contramão.



Os Bombeiros Voluntários de Caçador foram acionados e estiveram no local, onde constataram os óbitos. Uma mulher, dois homens e uma criança eram as vítimas, cujas identidades ainda não foram confirmadas.

O caminhão tombou após a colisão. O motorista foi socorrido com ferimentos leves e foi levado ao hospital Maicé por uma ambulância.


A Polícia Militar Rodoviária informou que a pista ficará interditada até a conclusão dos trabalhos e desbloqueio da rodovia, o que poderá demorar algumas horas. A dinâmica do acidente será apurada pela polícia.



O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer o recolhimento dos corpos.

Com informações - Portal Caçador Online


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Criança de cinco anos morre em acidente doméstico em Caçador
Colisão frontal entre carro e caminhão deixa casal e criança feridos
Mulher esfaqueia homem no Dia dos Namorados em Caçador
Idoso foi esfaqueado antes de ser jogado em açude com as mãos amarradas
Jovem é assassinado durante baile de festa junina em Videira
Polícia Militar de Caçador participa da operação e prisão a autor de roubo
Secretário planeja liberar recursos e aumentar o efetivo do Presídio de Caçador
Ladrões se passam por funcionários da Prefeitura e cometem furto
Celesc alerta clientes sobre golpes
Aluno atingido por taco que escapou da mão de professor em Fraiburgo, será indenizado