Proprietários da casa que incendiou comentam sobre o caso

A família e vizinho afirmam que antes de alugarem a casa, não acontecia nada de fenômenos paranormais

Os familiares da casa que pegou fogo na segunda-feira, 15, em Caçador, por fenômenos suspostamente paranormais, procuraram o Jornal Extra para esclarecer e desmentir boatos sobre o acontecimento. Gilmar Calisto Oliveira, mais conhecido como Passarela, é uns do proprietário da casa. Ele juntamente com o cunhado e vizinho da residência que pegou fogo, Delcio Domingos, afirmam que ninguém da família morreu na casa, conforme divulgado anteriormente pela imprensa.

 “A parte que falam da nossa família é mentira. A casa era dos meus pais, que eram evangélicos. Faz 52 anos que existe a casa e nunca havia acontecido nada desse tipo. Para começar meus pais faleceram na casa do meu irmão e minha irmã no hospital”, destaca Gilmar Oliveira. 

O cunhado de Gilmar, Delcio Domingos, mora ao lado da casa há cerca de 40 anos, e afirma que antes de alugar o local, nada de estranho aconteceu na residência. “Quando esta família alugou a casa, há alguns dias, pediu para que nós deixar alguns móveis, pois eles não tinham todos, então deixamos lá para ajudar. Quando eles mudaram, eu sempre escutava barulho de vidros quebrando”, relata Delcio Domingos. 

“Nós estamos nós defendendo dos boatos que foram divulgados sobre nossa casa. É uma defesa em honra a nossa família que está sendo julgada, sendo que ninguém havia escutado o nosso lado”, finaliza Gilmar Oliveira. Os bombeiros Voluntários ainda não divulgaram a causa do incêndio. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Prefeitura de Caçador vai construir nova escola, no bairro Nossa Senhora Salete
Associação Esportiva Kindermann comemora 44 anos de fundação
Mirins participam de vivência na APAE
Vara da Família faz mutirão para solucionar casos de pensão alimentícia em Caçador
Vem para o Parque Central: Piquenique Literário será no domingo
Prefeitura de Lebon Régis finaliza recuperação de estrada
Iniciadas obras de revitalização da rua José Boiteux
Lebon Régis realiza Caminhada Ecológica e Cultural
Conselho de Cultura convida a comunidade para reuniões Setoriais
A CIDASC de Caçador será transferida para Videira