Produtores de Maçã comemoram a chegada do frio

Os fruticultores esperam ainda que o frio permaneça nos meses de julho e agosto, trazendo uma boa safra no início do próximo ano

As baixas temperaturas dos últimos dias vieram para tranquilizar os produtores de maçã, que precisam do frio para se desenvolver e gerar bons frutos, justamente por isso são plantadas nas regiões mais geladas do Estado. Os fruticultores esperam ainda que o frio permaneça nos meses de julho e agosto, trazendo uma boa safra no início do próximo ano. Santa Catarina é o maior produtor de maçã do Brasil.

Durante o inverno, as macieiras entram no período de dormência, quando economizam energia para brotar na próxima safra. “As macieiras precisam de baixas temperaturas de 7,2°C graus centígrados ou abaixo, sendo que o número de horas no período de maio a agosto pode variar com a cultivar, mas o ideal é que ocorra mais de 500h neste período. Este ano tivemos muito pouco frio nos meses de maio e junho, porém o mês de julho iniciou frio e está recuperando, e está muito bom para a macieira”, destaca o Pesquisador da EPAGRI de Caçador, José Petry. 

Outros cultivos com pêssegos e ameixas, também precisam do frio para se desenvolverem. “Outras produções se desenvolvem de 300h a 400h de frios. Foi bom este frio, pois já estamos em julho e não havia frio. Mas não é o suficiente, é preciso de muito mais”, destaca o Engenheiro Agrônomo da EPAGRI, Edilson Moreira. 

“Ainda é muito cedo para dizer se teremos um bom ano para a produção de maçã, mas está se desenvolvendo um ano que poderá ter uma média normal. No inverno para a macieira o importante é que não ocorra períodos com altas temperaturas, os chamados veranicos”, finaliza José Petry.

Previsão

As previsões do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram) são para um inverno ameno e com temperatura acima da média no Estado. 

A maioria das massas de ar frio devem chegar ao sul do Brasil com menos intensidade e com menor duração sobre a região, intercalado com períodos mais aquecidos, devido ao fenômeno El Niño. Isso não quer dizer que não ocorrerão eventos de frio significativo em Santa Catarina, com temperatura próxima de zero grau e negativa nas áreas altas do Estado, resultando na formação de geada ampla. Episódios de neve podem ocorrer especialmente em julho e agosto, com maior probabilidade para as áreas altas do Planalto Sul.

Fruticultura em Santa Catarina

Santa Catarina é o maior produtor de maçã do Brasil e responde por 51% da produção nacional da fruta. Na safra 2018/19 foram 577,7 mil toneladas colhidas no Estado, sendo que 80% foi produzida em São Joaquim.
Com 2,5 mil produtores de maçã, Santa Catarina produz as variedades Fuji e Gala e o setor gerou um Valor Bruto de Produção Agropecuária (VBP) de R$ 536,7 milhões no último ano.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Programação de aniversário de Rio das Antas inicia neste sábado
Precisamos, sim, retirar o peso da ineficiência das contas de quem trabalha, investe e produz, diz Mourão, na FIESC
Candidatos ao conselho tutelar de Lebon Régis se apresentam para o público
Nova ambulância é entregue para o Samu de Caçador
Colaboradores da Adami realizam doações de mantas a instituições de Caçador e região
Governo de SC anuncia que vai pagar o 13º salário em três parcelas
UNIARP concede descontos em cursos presenciais de graduação
Prefeitura de Macieira investe em iluminação pública
Prefeitura de Caçador inicia transmissões, ao vivo, de licitações
Proprietários da casa que incendiou comentam sobre o caso