Produtores de Maçã comemoram a chegada do frio

Os fruticultores esperam ainda que o frio permaneça nos meses de julho e agosto, trazendo uma boa safra no início do próximo ano

As baixas temperaturas dos últimos dias vieram para tranquilizar os produtores de maçã, que precisam do frio para se desenvolver e gerar bons frutos, justamente por isso são plantadas nas regiões mais geladas do Estado. Os fruticultores esperam ainda que o frio permaneça nos meses de julho e agosto, trazendo uma boa safra no início do próximo ano. Santa Catarina é o maior produtor de maçã do Brasil.

Durante o inverno, as macieiras entram no período de dormência, quando economizam energia para brotar na próxima safra. “As macieiras precisam de baixas temperaturas de 7,2°C graus centígrados ou abaixo, sendo que o número de horas no período de maio a agosto pode variar com a cultivar, mas o ideal é que ocorra mais de 500h neste período. Este ano tivemos muito pouco frio nos meses de maio e junho, porém o mês de julho iniciou frio e está recuperando, e está muito bom para a macieira”, destaca o Pesquisador da EPAGRI de Caçador, José Petry. 

Outros cultivos com pêssegos e ameixas, também precisam do frio para se desenvolverem. “Outras produções se desenvolvem de 300h a 400h de frios. Foi bom este frio, pois já estamos em julho e não havia frio. Mas não é o suficiente, é preciso de muito mais”, destaca o Engenheiro Agrônomo da EPAGRI, Edilson Moreira. 

“Ainda é muito cedo para dizer se teremos um bom ano para a produção de maçã, mas está se desenvolvendo um ano que poderá ter uma média normal. No inverno para a macieira o importante é que não ocorra períodos com altas temperaturas, os chamados veranicos”, finaliza José Petry.

Previsão

As previsões do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Epagri/Ciram) são para um inverno ameno e com temperatura acima da média no Estado. 

A maioria das massas de ar frio devem chegar ao sul do Brasil com menos intensidade e com menor duração sobre a região, intercalado com períodos mais aquecidos, devido ao fenômeno El Niño. Isso não quer dizer que não ocorrerão eventos de frio significativo em Santa Catarina, com temperatura próxima de zero grau e negativa nas áreas altas do Estado, resultando na formação de geada ampla. Episódios de neve podem ocorrer especialmente em julho e agosto, com maior probabilidade para as áreas altas do Planalto Sul.

Fruticultura em Santa Catarina

Santa Catarina é o maior produtor de maçã do Brasil e responde por 51% da produção nacional da fruta. Na safra 2018/19 foram 577,7 mil toneladas colhidas no Estado, sendo que 80% foi produzida em São Joaquim.
Com 2,5 mil produtores de maçã, Santa Catarina produz as variedades Fuji e Gala e o setor gerou um Valor Bruto de Produção Agropecuária (VBP) de R$ 536,7 milhões no último ano.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Entregues primeiras camisetas do projeto “Eu Faço”
“Tive uma experiência de vida que me fortaleceu como pessoa e como médico”
Danielle Regina Ullrich é eleita a nova diretora-geral do IFSC Caçador
Programa Registro de Imóveis Itinerante chega ao município de Rio das Antas
Mais uma rua é asfaltada pela Prefeitura, agora bairro no Martello
Mudança de nome da região do Contestado gera críticas
Enfeites Natalinos começam a ser montados em Macieira
Santa Catarina ultrapassa a Bahia e é a sexta maior economia do país
UNIARP simula evacuação de prédio em exercício preventivo de segurança
Novo ensino médio será implantado em duas escolas de Caçador em 2020