Prefeitura adquire nova ambulância, através de emenda do ex-deputado Kleinübing

A ambulância atende rigorosamente a todos os pré-requisitos do Ministério da Saúde para realização deste tipo de transporte

A Prefeitura de Caçador adquiriu uma nova ambulância, com recursos do Ministério da Saúde, conquistados através de emenda parlamentar do ex-deputado João Paulo Kleinübing (DEM). 
O pedido para o deputado, na época, partiu do vice-prefeito, Alencar Mendes. Foram investidos R$ 80 mil na compra e adequação do veículo, que será utilizado para transporte de pacientes dentro de Caçador e na região. 
A ambulância atende rigorosamente a todos os pré-requisitos do Ministério da Saúde para realização deste tipo de transporte.
“Queremos agradecer ao ex-deputado, que nos auxiliou para a aquisição desta ambulância, que será de muita importância para a Saúde, pois vem ampliar ainda mais a nossa frota”, destacou Alencar. 
Este é mais um recurso que veio para Caçador, através do apoio de parlamentares. “Estamos sempre trabalhando para conquistar mais verbas para nossa cidade, seja para a Saúde, Educação ou as demais áreas. E, através de bons projetos, teremos ainda mais conquistas para melhorar a qualidade de vida de todos os cidadãos”, completou o prefeito Saulo Sperotto.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Oficinas Socioeducativas geram oportunidades para os jovens que querem ingressar no mercado de trabalho
Confira as datas das feiras do peixe vivo durante a Quaresma em Caçador
Trabalho em equipe faz sonho da restauração da Maria Fumaça se tornar realidade
Campanha “Tênis Solidário” arrecada calçados para alunos carentes das escolinhas esportivas do município
Avaí/Kindermann estreia com vitória no Brasileirão feminino
Eduardo Zilio assume a Secretaria de Administração, Planejamentos e Finanças
CVC chega à cidade de Caçador inaugurando a 48ª loja
Hipnoterapeuta ministra palestra sobre Hipnose na Uniarp
Polícia Civil prende principal suspeito do homicídio de Nadir Terezinha Lemos Bilous
Ônibus do Projeto Lucas chega neste sábado em Caçador com atendimentos gratuitos