Idoso foi esfaqueado antes de ser jogado em açude com as mãos amarradas

O delegado Ribas informa mais detalhes sobre o crime ocorrido em Santa Cecília

Novas informações foram divulgadas pela Polícia Civil na quarta-feira, 12, a respeito do assassinato de um idoso de 66 anos ocorrido no início da semana, em Santa Cecília. A vítima, Laurindo de Andrade, foi encontrada morta em um açude com as mãos amarradas e teve o carro e a casa incendiados.

O delegado Gil Rafael Ribas, que coordena as investigações, disse que o laudo de exame cadavérico ainda não está pronto, mas adianta que o idoso foi morto com violência.

“A vítima tinha aparentemente um ferimento na cabeça e uma lesão perfurante no peito, próximo ao coração. Vamos determinar agora qual foi a causa da morte, se foi a lesão na cabeça, afogamento ou a facada no peito”, explica o delegado.
Segundo a polícia, o idoso era funcionário e trabalhava como cuidador da chácara onde foi encontrado morto. Do imóvel, foram subtraídas duas roçadeiras, o que pode levantar a hipótese de que se trata de um crime de latrocínio (roubo seguido de morte).

O delegado Ribas define o caso como bastante complexo. “A vítima morava sozinha em local ermo, e o carro e a residência foram destruídos, comprometendo bastante o trabalho de investigação. Já procedemos à oitiva de diversas testemunhas e temos algumas linhas de investigação, mas nada conclusivo até o momento”, ressalta.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) coletou algumas impressões digitais no local do crime. O material poderá ser comparado com as digitais de possíveis suspeitos que forem apontados pela polícia.

Leia mais

Eram por volta das 19h de segunda-feira, 10, quando o filho do proprietário do imóvel foi até a chácara e constatou que existia um veículo em chamas, já terminando de queimar. Ele se assustou, voltou para a cidade onde pegava sinal de celular e ligou para o pai, que acionou a polícia.

“O dono esteve lá com a Polícia Militar e viram que, além do veículo, o imóvel que servia de residência ao chacareiro também havia sido incendiado. Após algum tempo de procura, encontraram o funcionário dentro do açude, com as mãos amarradas para trás, sem vida”, explica o delegado Ribas.

O corpo foi retirado da água pelos bombeiros e posteriormente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), de Caçador, para exames cadavéricos.

Com informações - Portal Caçador Online 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Polícia Militar prende homem por porte ilegal de arma de fogo
Polícia identifica motorista que atropelou homem em Caçador
Testemunha filma atropelamento no bairro Martello
Acusado de matar policial em Timbó Grande é localizado pela Polícia Militar
Polícia Militar prende suspeito de cometer furtos em Caçador
Acidente deixa quatro feridos em Caçador
Traficantes são presos em Calmon e região
Incêndio em Fraiburgo causa a perca de 20 caminhões
Caminhoneiro sofre acidente por causa de ultrapassagem indevida de carro