Homem é preso por estupro e mulher por favorecimento à prostituição

Polícia Civil de Caçador fez flagrante nesta segunda na saída de motel

A Polícia Civil de Caçador prendeu um homem por estupro e uma mulher por favorecimento à prostituição na tarde desta segunda-feira, 12. O flagrante foi realizado na saída de um motel da cidade.
Segundo o delegado Adriano Moreira, a polícia já havia recebido várias denúncias de que um homem bastante conhecido na cidade aliciava menores e as levava para o motel. Diante dessa informação, os policiais realizaram o flagrante nesta segunda-feira quando o suspeito saia de um motel na companhia de uma menor. A mãe da adolescente estava junto e também foi detida.
Após os depoimentos na delegacia e os devidos exames na vítima, os dois adultos foram presos em flagrante. O homem foi enquadrado pelo crime de estupro e a mulher por favorecimento à prostituição.
Ambos foram conduzidos ao Presídio Regional de Caçador. Se condenados, a pena pelos crimes vai de 4 a 12 anos de reclusão.
Ainda de acordo com o delegado, o crime flagrado nesta segunda-feira ficou bem caracterizado, mas a polícia tem informações que o suspeito mantinha relações sexuais com outras menores. Ele pagava cerca de R$ 250 a 300 por programa. “Vamos instaurar inquérito para aprofundar as investigações”, disse Moreira.
 
Informações: Polícia Civil/Rádio Caçanjurê

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Criança de cinco anos morre em acidente doméstico em Caçador
Colisão frontal entre carro e caminhão deixa casal e criança feridos
Mulher esfaqueia homem no Dia dos Namorados em Caçador
Idoso foi esfaqueado antes de ser jogado em açude com as mãos amarradas
Jovem é assassinado durante baile de festa junina em Videira
Polícia Militar de Caçador participa da operação e prisão a autor de roubo
Secretário planeja liberar recursos e aumentar o efetivo do Presídio de Caçador
Ladrões se passam por funcionários da Prefeitura e cometem furto
Celesc alerta clientes sobre golpes
Aluno atingido por taco que escapou da mão de professor em Fraiburgo, será indenizado