Encerrada operação de busca pela quadrilha que tentou assaltar carro-forte

Polícia mobilizou grande efetivo atrás dos bandidos, mas ninguém foi preso

Fonte - Portal Eder Luiz (www.ederluiz.com.vc)

O comando da 10ª região de Polícia Militar com sede em Joaçaba, se manifestou na tarde desta terça-feira, 17, e fez um balanço sobre a "Operação Cerco", que ocorreu na última semana, mas que, infelizmente não teve êxito na captura dos criminosos envolvidos na tentativa de assalto a um carro-forte entre Fraiburgo e Videira.

Na manhã do dia, 10, criminosos tentaram assaltar um carro-forte, na SC-355, próximo a ponte do Oásis Parque das Águas, entre Fraiburgo e Videira. Após tentativa frustrada os bandidos fortemente armados empreenderam fuga no interior de Campos Novos, Monte Carlo, Fraiburgo e Videira. A Polícia Militar então deflagrou nos dias 10 a 14 de setembro a “Operação Cerco” na busca por esses criminosos, que acabaram não sendo encontrados.

De acordo com o Coronel, Luiz Roberto Muller, Comandante da 10ª RPM em Joaçaba, a “Operação Cerco” durou aproximadamente 80 horas e foi uma grande operação, onde policiais de toda a região realizaram uma grande varredura na mata fechada, com locais de difícil acesso, onde possivelmente poderiam ser encontrados os criminosos que tentaram assaltar o carro-forte.



“Foi um trabalho cansativo e que exigiu grande esforço dos policiais envolvidos. Foram montadas barreiras nas entradas das cidades e rodovias em torno da ocorrência, mas depois de uma avaliação conjunta entre o comando da Polícia Militar e da 10ª região, e após uma avaliação técnica, percebeu-se que não havia mais a possibilidade de os agentes estarem naquela região”, diz.

A Polícia Militar, então aumentou a área de atuação e o raio de ação, e detectou que a região estava segura. “Percebemos que a região estava segura e sem a presença dos criminosos, então pudemos liberar a região para a população sem maiores problemas de segurança”, afirma.

A Operação Cerco, através da Polícia Militar conseguiu mobilizar agentes policiais da região do 15º batalhão de Caçador, 26º BPM de Herval d´Oeste, Pelotão de Patrulhamento Tático de Caçador, Herval d´Oeste, Curitibanos e Lages, Canil de Herval d´Oeste e Lages, agrupamento de Choque e Cobra de Florianópolis, além do apoio do patrulhamento aéreo de Lages, apoio da Polícia Militar Ambiental e equipe da Polícia Civil com aeronave.

“A rapidez em que conseguimos reunir um contingente grande de policiais, que rapidamente foram deslocados para a área de conflito, cercando uma área gigante, prova que cumprimos com o dever de proteger o cidadão e a Operação Cerco fica como aprendizado. À nossa tropa fica o nosso elogio, o nosso reconhecimento e os parabéns a todos os agentes envolvidos”, finaliza.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Central de Videomonitoramento é inaugurada em Rio das Antas
Morre comandante da Polícia Militar de Caçador
Lebon Régis confirma os dois primeiros casos de Coronavírus
Duas armas de fogo foram apreendidas em Caçador
Polícia segue investigando o homicídio ocorrido em Caçador
Ocorre a segunda morte causada pelo acidente com motos no Rancho Fundo
Suspeito de incendiar casa com bebê é encontrado morto dentro da cela
Polícia Militar de Caçador cumpre mandado de prisão de suspeito de tráfico de drogas
É preso em Videira homem acusado de incendiar uma casa
Polícia Civil alerta sobre link falso para cadastro de benefício