UNIARP realiza atendimentos e ações educativas no Outubro Rosa

O objetivo é conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo de útero

A Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP), por meio do curso de Enfermagem está realizando no mês de outubro uma série de ações educativas e atendimentos dentro da campanha mundial do Outubro Rosa. O objetivo é conscientizar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo de útero.
As ações começaram no dia 19 de setembro com os estágios de assistência da disciplina da Saúde da Mulher nas empresas: Daniela Tombini, Maxiplast, Laminados AB e Três Irmãos. Dia 24 de setembro o curso de Enfermagem participou do Dia de Saúde na empresa Maxiplast Rafia.
De 25 de setembro a 07 de outubro acadêmicos e professores enfermeiros realizaram coleta de exame citopatológico, inspeção das mamas e consulta ginecológica na empresa Daniela Tombini. Ações também foram realizadas envolvendo colaboradoras das empresas Laminados AB e Três Irmãos. Dias 09, 16 e 26 de outubro acontecem palestras sobre Câncer de mama e sobre DST ministradas por profissionais de saúde de Caçador.
A mortalidade de mulheres com câncer de mama e o aumento do número de casos são ainda preocupantes em todo o país. A professora Rosemari Santos Oliveira, coordenadora do curso de Enfermagem da UNIARP destaca que uma das principais estratégias no combate à doença é a informação e a prevenção. “Diversas ações foram organizadas com o objetivo de levar mais informações para as mulheres e ao mesmo tempo, para incentivar o autoexame e a prevenção. Acadêmicos e professores do curso de Enfermagem estão engajados nesta campanha”, comenta.
 
A Campanha
Em 2018, a campanha do INCA no Outubro Rosa tem como tema "Câncer de mama: vamos falar sobre isso?". O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença. A campanha: enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas; informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos; mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica; esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento; informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.
 
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Turmas de pré-escola realizam formatura em Calmon
Escola Jacinta Nunes forma mais de 30 alunos no fundamental II, em Rio das Antas
Homem acusado de tráfico de drogas é preso em Lebon Régis
Energia Solar economiza até 95% na conta de energia elétrica
BPW Caçador elege nova diretoria
Executado projeto desenvolvido pelo Escritório Modelo da UNIARP
Assinada Ordem de Serviço para construção de passeios em Macieira
Grupo da 3ª Idade de Macieira realiza festa de encerramento
Grupo Temporá se prepara para apresentar a 18ª Edição do Auto de Natal
Câmeras de segurança começam a ser instaladas, em Caçador