Colega de trabalho é o principal suspeito do homicídio na Copercampos

A DIC de Caçador segue investigando o crime. Foi apreendida a possível arma do crime

A Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil de Caçador, segue investigando o homicídio de Jaisson Gomes Pinto, de 26 anos, encontrado morto na Copercampos de Lebon Régis, no último sábado, 12. Um “pé de cabra”, possivelmente usado para cometer o crime, foi apreendido no interior da cooperativa nesta quinta-feira, 17. O principal suspeito do crime é o colega de trabalho, que horas depois morreu em um acidente.
Jaisson trabalhava no armazém da cooperativa, local onde foi encontrado caído no chão, sem vida. O laudo cadavérico aponta que a causa da morte foi um golpe na cabeça com um objeto semelhante a uma barra de ferro.
De acordo com o coordenador da DIC, delegado Fernando Guzzi, ainda estão pendentes laudos periciais, oitivas de testemunhas e outras diligências, porém, já é possível ter algumas hipóteses. Uma delas é que o crime foi cometido pelo colega de trabalho José Maria Varela, de 46 anos, o qual morreu minutos depois vítima de um acidente de trânsito na rodovia SC-350.
“As análises de câmeras de segurança indicam que apenas Jaisson e outro funcionário estavam no interior do armazém da unidade operacional no momento do óbito. Tendo em vista que J.M.V. deixa o armazém sozinho, ele é considerado o suspeito do homicídio do colega”, salienta.
Segundo a polícia, José deixou a cooperativa sem pedir autorização ou falar com os demais funcionários, e logo em seguida morreu no acidente. A DIC aguarda o laudo pericial do Instituto Geral de Perícias (IGP) para tentar determinar se a colisão foi acidental ou intencional.
O envolvimento dos demais funcionários ou outras pessoas esta descartado, adianta o delegado. “Em buscas, a Polícia Civil apreendeu um pé de cabra, a ser submetido a perícia, para se apurar se é a arma do crime. A motivação do crime não foi apurada pela Polícia até o momento”, acrescenta Guzzi.
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Furto de carro próximo ao colégio Bom Jesus em Caçador
Júri condena ex-vereador de Calmon a 18 anos de prisão por homicídio
Polícia civil prende integrantes de organização criminosa nos bairros Martello, Centro e Vila Santa Catarina
Detentas do Presídio Regional de Caçador são transferidas para Chapecó
Polícia Militar de Caçador deflagra operação Choque de Ordem II
Polícia Militar de Caçador deflagra operação Choque de Ordem II
Acidente mobiliza Bombeiros Voluntários, Polícia Militar e Guarda Municipal nesta madrugada em Caçador
Colega de trabalho é o principal suspeito do homicídio na Copercampos
Polícia civil elucida roubo de veículo e morte de jovem em acidente
Detento do Presídio regional de Caçador está foragido