Campanha de vacinação contra a gripe é prorrogada até 8 de junho

A paralisação dos caminhoneiros não afetou a logística de distribuição da vacina

Em razão das dificuldades de mobilidade enfrentadas pela população nos últimos dias, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Dive), anunciou a prorrogação da campanha de vacinação contra a influenza (gripe) em Santa Catarina até o dia 8 de junho.
“Estamos monitorando a situação e, se for o caso, ao longo dos próximos dias iremos promover outras ações para garantir que todas as pessoas pertencentes aos grupos prioritários para a vacinação tenham a oportunidade de acesso à vacina”, afirma o diretor da Dive, Eduardo Marques Macário.
A paralisação dos caminhoneiros não afetou a logística de distribuição da vacina. O quantitativo total de doses recebidas para a campanha já havia sido transportado para todas as regionais do Estado. “Os municípios podem realizar atividades de divulgação, ações de busca ativa e ampliação do horário de funcionamento dos postos, visando facilitar o acesso”, reforça Macário.
Segundo dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), a cobertura vacinal dos grupos prioritários no Estado é de 72,88%, com 1.005.681 doses aplicadas até as 14h20 desta terça-feira, 29. O público-alvo com maior cobertura, até o momento, é o de idosos (87,29%), seguido por indígenas (83,09%), puérperas (mulheres cujo parto ocorreu há até 45 dias) (79,44%), professores (73,30%), trabalhadores de saúde (62,55%) e gestantes (56,23%), segundo dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) do MS. 
Até o dia 28 de maio, as regionais de Saúde que apresentaram as maiores coberturas vacinais dos grupos prioritários foram Concórdia (85,69%) e Laguna (85,55), enquanto as que registram os menores índices foram Lages (64,18%) e Florianópolis (65,07%).
A vacina é gratuita e está disponível nos postos de saúde do Estado para os grupos prioritários da campanha (idosos, gestantes, puérperas, indígenas, crianças, profissionais da saúde, professores, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além de portadores de comorbidades).
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Hospital Maicé inicia atendimentos no setor de hemodinâmica
Em menos de três dias, estoque da vacina contra gripe encerra
Vacina contra a gripe será liberada para toda população catarinense a partir de segunda
Diretoria de Vigilância Epidemiológica atualiza a situação dos casos de dengue em Santa Catarina
Últimas semanas da Campanha de Vacinação da Gripe
Pré-eclâmpsia afeta até 7% das grávidas brasileiras e pode levar à morte da mãe e do bebê
Focos do mosquito da dengue são encontrados em Caçador
Dia D da Campanha do Agasalho acontece em 25 de maio
Campanha contra a gripe vacinou 52% dos catarinenses de grupos prioritários
Vacinação da Gripe segue até 31 de maio